O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso – Instituto Santé passou 5 dias sem registrar mortes por coronavírus. Desde o início da pandemia, foram registradas, no Hospital Regional de São Miguel do Oeste, 226 vidas perdidas em decorrência da doença. Este foi o maior período, nos últimos 2 meses, em que a instituição ficou sem ter óbitos.

O último registro de óbito foi no dia 04 de Abril, permanecendo com o mesmo número até o dia 09, onde, infelizmente, foi registrado 1 óbito de paciente feminina, 65 anos, de Itapiranga. Entretanto, a diminuição de óbitos vem como um momento de esperança aos profissionais de saúde, após vivenciarem um mês tumultuoso, como Março, que registrou 81 óbitos.

“Cada dia sem o registro de óbitos, é um dia de gratidão. Vivenciamos histórias e momentos que vão ficar eternamente em nossos corações”, ressalta a coordenadora de enfermagem, Andréia Fiorini Bomfim. “Poder repassar para a família que o seu ente querido está com quadro de melhora, não tem preço”, complementa.

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva está em 92%. Já os leitos de enfermaria estão com 100% de ocupação. No Pronto Socorro, 2 pessoas aguardam leito de enfermaria. Totalizando 41 pessoas hospitalizadas pela Covid-19 na Instituição.

Ressaltamos que os cuidados devem ser mantidos. As Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) permanecem lotadas, assim como a enfermaria do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso. Os cuidados como o uso de máscara, evitar aglomerações e higienizar as mãos, mantendo o isolamento social, são muito importantes para evitar a disseminação da Covid-19.