Hospital após a pintura externa

Muitas foram as mudanças nos seis primeiros meses de administração do Instituto Santé no Hospital Sagrada Família de Itapiranga. Além de melhorias nas estruturas, equipamentos e contratação de profissionais, os números também demonstram a evolução nos serviços prestados à população. Atualmente, são 37 colaboradores, 14 médicos especialistas e 7 médicos para a escala no Pronto Socorro.

Conforme o diretor do Hospital, Janir Bach, entre as melhorias na estrutura, os destaques estão na pintura externa do prédio e de quartos, troca de piso em leitos, estruturação do setor administrativo, revitalização da recepção e a adequação da Central de Materiais Esterilizados (CME).

Hospital antes da pintura externa

“Essas reformas e melhorias deram uma cara nova ao Hospital, além de adequar às normativas de órgãos competentes que regulam o bom funcionamento de uma unidade hospitalar”, afirma Janir.

Também foram investidos mais de R$ 65 mil, com recursos próprios do Hospital, em equipamentos e móveis como computadores, nobreak, estabilizador, mesas, cadeiras, armário, aparelhos de ar condicionado, camas hospitalares e colchões e lavadora ultrassônica.

Doações e comodato

Doação de Raio-x pela JBS de Itapiranga

O diretor Janir destaca a importância do apoio recebido da comunidade, governo municipal e de empresas de Itapiranga que doaram recursos, materiais e equipamentos. “São parcerias muito importantes, que nos ajudam a alcançar as metas de melhorias necessárias antes do tempo programado. Com a administração do Santé, o Hospital pôde receber essas doações dentro da legalidade trazendo benefícios enormes à população”, destaca.

Doação em forma de comodato da Assemit

Entre as doações, os destaques estão nos materiais para a pintura externa do prédio, 1 ventilador pulmonar e 1 aparelho móvel de raio-x (doação da JBS de Itapiranga); além de 2 monitores multiparamétricos e 1 compressor de ar em forma de comodato com a Associação de Empresários de Itapiranga. No total, foram mais de R$ 270 mil em doações e comodato.

“Também recebemos doações de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) e álcool em gel de entidades como o Rotary e Lions Clube, que auxiliam no combate à pandemia por coronavírus”, lembra Janir.

Hospital em Números

Em seis meses de gestão Santé, foram mais de 4 mil atendimentos de urgência e emergência, totalizando uma média de quase 600 consultas no Pronto Socorro por mês com médico 24h de plantão. Nos atendimentos com especialistas, foram quase 2 mil consultas. O diretor recorda que o número de especialidades também aumentou. “Estamos com 14 profissionais médicos nas áreas vascular, ortopedia, anestesiologia, pediatria, cirurgia geral, radiologia, urologia, ginecologia e obstetrícia”.

Entrada do Pronto Socorro do Hospital, após a pintura externa

Nos 180 dias de gestão, foram realizadas quase 800 internações, 340 cirurgias, 150 nascimentos, 820 exames de raio-x e 440 escleroterapia (tratamento para veias). “Nesses seis meses, ainda enfrentamos as limitações impostas com a pandemia, o que diminuiu nossa capacidade na prestação de serviços, seguindo as normativas dos órgãos competentes. Sabemos que o potencial do Hospital é ainda maior e estamos trabalhando para atender cada vez mais e melhor à população”, finaliza o diretor Janir.